em Gerenciamento de Projetos, Liderança

Orientação a Projetos: Análise Institucionalizada

Máximo Campos Leyba

Esse artigo foi motivado pela observação e constatação de que muitos projetos possuem, em sua equipe, profissionais extremamente capazes mas sem o conhecimento dos conceitos da Orientação a Projetos.

O objetivo é evidenciar os impactos desta situação para as organizações e descrever as mudanças obtidas com a institucionalização destes conceitos, tanto na postura quanto na objetividade dos profissionais de TI.

O desempenho dos projetos de TI

O mercado de tecnologia evoluiu para a orientação a projetos. É uma tendência mundial o fim da exclusividade da mão-de-obra alocada como prestação de serviço. O desenvolvimento de novos produtos em TI segue hoje o caminho adotado há tempos pelas empresas de engenharia – baseado em projetos. Prazo, custo e qualidade obtiveram o status de objetivo.

O anuário Chaos Report, do Standish Group (http://www.standishgroup.com) – fonte de referência do desempenho de projetos de TI – evidencia a taxa de sucesso dos projetos de um respectivo ano e os principais fatores que influenciaram os resultados.

Consta no Chaos Report de 2004: 29% dos projetos do referido ano foram projetos de sucesso, entregues no tempo e custo previstos com todas as funcionalidades especificadas; 53% entregues com atraso, fora do custo ou funcionalidades previstas; 18% cancelados antes de sua finalização.

Ainda segundo o Chaos Report, a maioria dos projetos falham não por falta de recursos financeiros ou acesso à tecnologia, mas sim por falta de conhecimento em gestão de projetos. E este conhecimento não se aplica somente à figura do Gerente de Projetos, mas a toda equipe.

Conforme relata o relatório de 2004, “Gerência de Projetos não é uma atividade isolada, é um esforço em conjunto. No final, diz respeito a pessoas e processos – em como o trabalho está sendo realizado”. Nos Estados Unidos e na Europa, referem-se à Gerência de Projetos como “os quatro Ps” – People Performing Perfect Process (em português, Pessoas Executando um Processo Perfeito).

Fica evidenciada a importância de que todos os profissionais possuam o entendimento do que significa ser integrante da equipe de um projeto e o que se espera de cada um. Assim, uma institucionalização dos conceitos da orientação a projetos se torna essencial para a formação de um time capaz do sucesso.

A necessidade da institucionalização

Nota-se que o entendimento da orientação a projetos e seus conceitos está concentrado nas áreas gerenciais. As demais, principalmente a área técnica, cometem falhas na postura que esta mudança de foco necessita por causa da falta de entendimento das qualidades de um projeto. Este fato, entretanto, acontece pela não institucionalização destes conceitos.

Um profissional recém-contratado pode possuir os vícios e costumes do mercado em que atuou e, sendo este de prestação de serviço em mão-de-obra alocada ou trabalhos de manutenção, poderá não possuir a mesma objetividade e postura que a empresa orientada a projetos necessita.

Esperar que esse entendimento seja adquirido durante sua passagem pela empresa é aceitar um risco que pode ser evitado.

Faz-se necessário uma imersão dos profissionais na cultura da orientação a projetos e seus conceitos. Existem diferenças entre esta prática e os serviços tradicionais de manutenção, que poderão ter impacto na postura do profissional e, consequentemente, no desempenho da organização.

A constante busca do equilíbrio entre prazo e qualidade deve ser um dos objetivos dos profissionais que atuam em projetos.

A conscientização sobre esses valores resultará em retornos positivos para empresa, visto que o entendimento do que se espera do profissional tem relação direta com a sua produtividade.

Cobranças de desempenho existem para o bem da evolução profissional, mas a forma como são absorvidas interferem em sua motivação. Em um ambiente orientado a projetos, as cobranças por prazo e qualidade fazem parte do dia a dia. Tendo o entendimento da expectativa da empresa em relação ao seu trabalho, o profissional poderá avaliar essas cobranças de forma produtiva.

Equipe capaz de sucesso

Entender o que está sendo cobrado e a visualização do seu papel no grupo são fatores fundamentais para que o profissional tenha atitudes objetivas. Prazo e qualidade devem ser as bases do trabalho em um ambiente orientado a projetos. É essencial que haja o entendimento desses valores – o profissional passa a ter uma clara visão da importância de seu trabalho.

Não é necessário um vasto treinamento para se contornar os problemas da falta de alinhamento estratégico em um projeto. Eventos simples como workshops e palestras são suficientes para prover ao profissional uma visão clara e objetiva dos conceitos de um projeto, as importâncias da tríplice restrição (qualidade, prazo e custo), as expectativas da empresa em relação ao trabalho a ser desempenhado por cada frente de atuação e, essencial, o porquê da organização adotar tal direcionamento.

Deve-se ter em mente, entretanto, que algumas características profissionais precisam ser identificadas no momento da contratação, como capacidade de trabalhar em equipe, objetividade e pró-atividade.

Essas qualidades são pré-requisitos para ingressar na jornada de um projeto. O alinhamento dessas características com a visão das necessidades e objetivos de um projeto (e não o seu produto) constituem a formação de uma equipe capaz de alcançar o sucesso.

Publicado originalmente em 29 de abril de 2005 no site Revista TI

Escreva um comentário

Comentário

  1. Olá Giovanni,

    Gostei demais do seu artigo, principalmente porque me fez enxergar algo que eu não tinha observado, pelo menos a partir deste ponto de vista que você colocou.

    Depois da sua colocação, fiquei pensando como isso esteve sempre presente em todas as empresas pelas quais passei. E como teria sido simples poder envolver as pessoas, orientando-as ao projeto.

    Seu artigo me deu uma luz em como posso ajudar a empresa a melhorar o desempenho nos projetos e, sobretudo, deixar a equipe até mesmo mais motivada.

    Parabéns pelo seu artigo!

    Abraços,
    Aléxia Lage

  2. Your style is really unique in comparison to other people I’ve read stuff from.
    Thanks for posting when you have the opportunity, Guess I will
    just bookmark this blog.